O que é melhor? Falar inglês ou estudar gramática?

Se você já estuda há muitos anos e ainda não é fluente, leia esse post.

Quando começamos a estudar a gramática da língua portuguesa na escola, já falávamos português com bastante desenvoltura.


Isso comprova o que os cientistas descobriram recentemente:

O estudo metódico de regras gramaticais prejudica a fluência na língua, uma vez que é um fenômeno comunicativo de ordem espontânea. 

Uma criança aprende a falar, muito antes de saber o que é um verbo. Isso é comunicação! Os livros de gramática e os livros de inglês te ensinam a pensar sobre o inglês, quando o que você deveria aprender é falar de forma automática e sem pensar em regras!

Não estamos dizendo que devemos falar cometendo erros grotescos como analfabetos, mas quando você aprende sem dar foco ao estudo metódico de gramática sua capacidade de falar se torna cada vez melhor; você fala inglês mais rápido e o mais surpreendente você irá aprender  a gramática de forma intuitiva, assim como as crianças.

Os nativos - Americanos, Britânicos, Australianos e Canadenses... - não pensam em regras gramaticais ao falar, e, por isso, falam rápido, pois é um processo natural. Quanto mais regras você estuda mais você irá pensar antes de falar. Ou seja, você irá falar de forma mais lenta e artificial ou vai travar.